Com a gravação do primeiro registo musical em CD em 2008, e após a divulgação do mesmo, o grande sucesso "Pai da Criança (Quem será?!?!)" instalou-se pelos vários cantos do planeta! Assim, responsáveis pelo grande sucesso que se tornou este tema popular, graças também à propagação que o mesmo começou a ter através da internet, nomeadamente no youtube, continuamos a expandir este projecto, alargando a nossa área de actuação, para a realização de espectáculos/ concertos em ambientes como Recepções ao Caloiro, Queimas da Fitas, Feiras e outros Certames, Festas Populares, Discotecas, Danceterias e Bares!

Em Abril de 2010 lançámos novo CD, pela editora Espacial, com novos sucessos que em Agosto do mesmo ano atingiu o 1.º lugar do TOP de VENDAS NACIONAL, tendo ocupado outros lugares da tabela, como o 2.º e 3.º lugares, permanecendo no TOP dos 30 mais vendidos em Portugal, durante 16 semanas.

Com mais de 2 dezenas de passagens pelos canais de televisão portuguesa em 2010, incluindo emissões internacionais chegou o momento de levar os grandes sucessos lançados pelo CHAVE D’OURO além fronteiras, tendo o mesmo passado por França e Luxemburgo.

Marcante também no percurso do CHAVE D’OURO foi a participação na festa da música portuguesa da ESPACIAL, que decorreu no Coliseu dos Recreios em Lisboa, em Outubro de 2010, juntamente com grandes nomes da música portuguesa, espectáculo esse que está a ser comercializado em CD e DVD.

Em 2011 continuaram as apresentações em televisão. Os espectáculos da Tour 2011 foram assistidos por milhares de pessoas alegres e bem dispostas, tendo os mesmos tido enormes multidões.

A Tour passou por várias regiões do continente e também pelo arquipélago da Madeira, Açores e pela Suiça.

Em 2012, lançámos novo CD intítulado "Anda cá ao Pai" com temas inéditos que já fazem sucesso pelos quatro cantos do mundo!

Ainda em 2012 o CD "Pai da Criança" atinge o Galardão de "Dupla Platina", correspondente a vendas superiores a 40.000 unidades!

2013 é o ano em que a alegria contagiante em palco continuará a passar pelas melhores festas e eventos do continente e não só...

Em televisão continuamos a ser presença assídua, passando pelos mais diversos programas, contribuindo sempre para levar a alegria e boa disposição aos lares portugueses!!

Assim, continuamos a ter um espectáculo recheado de boa musica e muita animação. A não perder!!



Esta orquestra, fundada em 1989, tem proporcionado a muitos milhares de portugueses momentos de dança e animação únicos.

As actuações sempre se realizam em contextos bastante diferenciados devido à grande diversidade do repertório executado. Desde os mais característicos arraiais portugueses até aos salões de dança, hotéis, eventos privados, discotecas, etc… existe sempre uma boa razão para arrancarmos sorrisos e fazer com que os corpos se agitem.

O que começou por ser um "grupo de amigos" para tocar em festas particulares, é hoje um projecto sólido em expansão. Formado inicialmente por 5 elementos, depressa viu reduzida a sua formação para 4 elementos. No final do ano de 1993, com objectivo de aumentar a qualidade musical e, simultaneamente, oferecer um tipo de formação diferente da maioria dos conjuntos, agrupamentos musicais e bandas, o "Chave D'Ouro" começou a ter à disposição de todas as organizações 2 formações distintas: 4 músicos ou 7 músicos. Devido ao enorme êxito alcançado junto dos organizações e público que foi assistindo aos espectáculos, desde o verão de 2003 que as actuações passaram a ser realizadas com a formação completa, salvo em casos pontuais.

Ainda a partir de 2002, devido às exigências do mercado, a formação foi alargada para 8 músicos, pois integrámos na orquestra uma voz feminina.

O ano de 2003 foi marcante na vida da orquestra, assistindo-se à retirada de 2 músicos/fundadores: Manuel Jorge (em Maio/03) e Manuel Calção (Dezembro/03). Assim, alterada a base da formação que se manteve durante 14 anos, foi necessário encontrar novos elementos, originando uma formação bem mais jovem.

Para além desta alteração, foi também importante a passagem de outros músicos por este projecto ao longo dos anos, pois com a sua participação, contribuíram para o crescimento deste projecto e que, em todos os casos, por razões profissionais se viram forçados a abandonar a orquestra:
  • Trompete: Rui Mirra, Joaquim Silva e Helder Lopes
  • Sax-Tenor: Augusto Pedro, Alexandre Costa e Mário Parreira
  • Trombone: Nuno Ribeiro e Miguel Marques
  • Guitarra: Carlos Butes e José Fura
  • Bateria: João Espada
Importante tem sido também a participação de outros músicos em alguns momentos durante os últimos anos. Já actuaram na nossa orquestra nomes como: Gonçalo Penedo, José Manuel Raminhos, Luis Grenha, Nuno Moreira (Trompete); António Júlio e Vitor Oliveira (Saxofone); Eduardo Lá-la, Miguel Xavier, Mário Vicente, Luis Cunha (Trombone); Nuno Ferreira e Osvaldo Pegudo (Percussão).

Neste momento a formação da orquestra é a que consta na secção "músicos" do nosso site.